Espaço físico e prevenção criminal

A gestão dos espaços urbanos e a criação de trajetos orientadores

A prevenção criminal, nomeadamente em contexto urbano, exige o urgente repensar de soluções focadas no (re)planeamento e na busca de mecanismos que protejam as pessoas

Como mapear a cidade e guiar as pessoas

 

Anúncios

Estudantes Universitários da Cidade do Porto – Perceção de In/Segurança

Estudantes universitários da cidade do Porto…

  • Sentem-se, geralmente, seguros, embora relatem situações que os vitimaram
  • Quando experienciam alguma situação de vitimação, nem sempre reportam às autoridades, que percecionam como tendo uma atuação pouco eficaz
  • Tudo parece indicar que os modelos de segurança e policiamento aplicados deveriam estar mais fundamentados em análises localmente desenvolvidas  e contextualizadas

São algumas das conclusões de um estudo desenvolvido por investigadores do OPVC (já no prelo)

Vista da Universidade Fernando Pessoa - UFP (Teresa Reis - Laboratório de Fotografia da UFP)

Vista da Universidade Fernando Pessoa – UFP (Teresa Reis – Laboratório de Fotografia da UFP)

SEGURANÇA E POLICIAMENTO – Estudos desenvolvidos no OPVC-UFP

DIAGNÓSTICOS LOCAIS DE SEGURANÇA (DLS), primeira linha de investigação do OPVC – UFP, prosseguem fazendo uso do questionário publicado para o seu desenvolvimento em Portugal (Ver Aqui), visando o gradual mapeamento do crime em zonas urbanas mais problemáticas  –  Ver Mais Aqui

Uma das apresentações dos resultados de um DLS desenvolvido pelo Observatório Permanente Violência e Crime, da Universidade Fernando Pessoa

Uma das apresentações dos resultados de um DLS desenvolvido pelo Observatório Permanente Violência e Crime, da Universidade Fernando Pessoa

 

Los DIAGNÓSTICOS  LOCALES DE SEGURIDAD (DLS), la primera línea de investigación de OPVC, continuan siendo desarrollados, apuntando el mapeo gradual del crimen en las urbanas más problemáticas  –  Ver Más Aquí

DIAGNOSTIC OF LOCAL  SECURITY (DLS) – the first line of the OPVC studies – continue, aiming  the gradual mapping of crime in most problematic urban areas  –  See More Here

EM DESTAQUE NO OPVC – Programa Desenvolvido por Estagiárias – Criminologia-UFP

Programa Dirigido a Grupo de Indivíduos a Cumprir Pena de Prisão

“A Falar é que a Gente se Entende” é a designação do programa que será implementado em contexto prisional, por alunas estagiárias de Criminologia da Universidade Fernando Pessoa, supervisionadas pela Fundação Portuguesa “A Comunidade Contra a SIDA” e sob orientação científica de investigadora do Observatório Permanente Violência e Crime (OPVC), da Universidade Fernando Pessoa, com a colaboração do Gabinete de Estágios e Saídas Profissionais (GESP) da mesma Universidade.

Universidade Fernando Pessoa (Teresa Reis-Laboratório de Fotografia-UFP)

Universidade Fernando Pessoa (Teresa Reis-Laboratório de Fotografia-UFP)

Program Targeted at a Group of Individuals that are in prison

The program  will be implemented in the prison context, by trainees students of Criminology  at Fernando Pessoa University , supervised by the Portuguese Foundation “A Comunidade Contra a SIDA”, and under the scientific guidance of a researcher of the Permanent Observatory Violence and Crime (OPVC).

ACONTECEU NA UFP – O I Colóquio Internacional do OPVC

Violência, Crime e Desvio – Questões de In/Segurança e Policiamento estiveram em análise no debate que se estabeleceu entre diferentes domínios do saber e díspares áreas de atuação

De M. João Gonçalves

De M. João Gonçalves

De M. João Gonçalves

De M. João Gonçalves

Laboratório de Fotografia-UFP-Teresa Reis

Laboratório de Fotografia-UFP-Teresa Reis

Violencia, Crimen y Desviación – Problemas de Seguridad y Vigilancia – el análisis en UFP

Violence, Crime and Deviance – Problems of Security – analysis in UFP

EM DEBATE NA UFP: Crime e Desvio – Questões de In/Segurança e Policiamento

É já nos dias 5 e 6 de Novembro que acontecerá:

I Colóquio Internacional VIOLÊNCIA, CRIME E DESVIO – QUESTÕES DE IN/SEGURANÇA E POLICIAMENTO

organizado pelo OPVC e pelo GCI da UFP

Com um debate sobre segurança que incluirá a presença e a representação de:

Polícia Municipal – Câmara Municipal do Porto

Instituto Superior da Polícia Judiciária e Ciências Criminais

Comunicação social – Agência LUSA e RTP

Servicio de Seguridad en la ciudad de Barcelona

Ensino Superior – Universidades do Porto, do Minho, Católica

INSCREVA-SE

It is on 5 and 6 November that will happen:

I International Conference about VIOLENCE, CRIME AND DRIFT – ISSUES about INSECURITY AND POLICING

organized by OPVC and the GCI from UFP

 

Mesa Redonda – Debate Multidisciplinar

O I Colóquio Internacional Violência Crime e Desvio apresentará uma mesa de debate a respeito das questões de in/segurança nas nossas cidades, com a participação de:

  • António Manuel Leitão da Silva (Comandante da Polícia Municipal da Câmara Municipal do Porto / Commander of the Municipal Police of Oporto)
  • Cristina Soeiro (Psicóloga do Instituto Superior de Polícia Judiciária e Ciências Criminais / Psychologist of the Institute of Judicial Police and Criminal Sciences)
  • Daniel Catalão (RTP / TV Journalist)
  • Luís Fernandes (University of Oporto)
  • Maria do Carmo Carvalho (Catholic University – Oporto)
  • Mário Monte (University of Minho)
  • Ricardo Pinto (Agência LUSA / UFP / LUSA Journalist)
  • Rui Maia (OPVC / UFP / Fernando Pessoa University)

Inscreva-se AQUI

Submeta o resumo para apresentação de poster AQUI

Imagem-Oficina Gráfica UFP-Colóquio organizado com a colaboração do Gabinete de Comunicação e Imagem UFP

Imagem-Oficina Gráfica UFP-Colóquio organizado com a colaboração do Gabinete de Comunicação e Imagem UFP

CALL FOR PAPERS – I COLÓQUIO INTERNACIONAL DO OPVC

Imagem - Oficina Gráfica da Universidade Fernando Pessoa Colóquio organizado com a colaboração do Gabinete de Comunicação e Imagem da Universidade Fernando Pessoa

Imagem – Oficina Gráfica da Universidade Fernando Pessoa / Colóquio organizado com a colaboração do Gabinete de Comunicação e Imagem da Universidade Fernando Pessoa

I Colóquio Internacional Violência, Crime e Desvio – Questões de (In)Segurança e Policiamento

Submissão de resumos até 30 de setembro, para o e-mail

opvcufp@gmail.com

Consulte as normas AQUI

I Congreso Internacional sobre Violencia,  Crimen y Condutas Desviantes – (In)Seguridad y Policiamiento

El envío de resúmenes hasta el 30 de septiembre, para el correo electrónico

opvcufp@gmail.com

Ver AQUÍ las normas

I International Conference on Violence, Crime and Deviance – Issues on  (In)Security and Policing

Submission of abstracts until 30 September to the e-mail address

opvcufp@gmail.com

See HERE the norms

O Crime – de Casa aos Tribunais

O Crime – Começa em Casa e Acaba nas Barras dos Tribunais

De novo, na Universidade Fernando Pessoa, o crime em debate

“O fenômeno da criminalidade, embora altamente complexo e para o qual concorrem inúmeros fatores que não precisam ser mencionados porque bem conhecidos de todos, à parte de qualquer outra consideração, começa em casa, passa pela família, continua pela escola, chega à sociedade e termina, se todas essas instâncias fracassarem na sua missão de transmitir valores, nas barras dos tribunais, na polícia, na justiça e no flagelo da autodestruição.”

Jorge Trindade

(Professor Titular na Universidade Luterana – Brasil; Vice-Presidente da Comissão Especial da Criança e do Adolescente da Ordem dos Advogados – Brasil; Presidente da Sociedade Brasileira de Psicologia Jurídica; Vice-Presidente da Associación Latinoamericana de Magistrados, Profesionales y Operadores de Niñez, Adolescencia y Família)

Fotografia - Liane Silva

Fotografia – Liane Silva

The Crime – From Home  to the Courts

Again, the crime in debateat the Fernando Pessoa University

“The crime phenomenon (…) begins at home, passes through the family, continues at the school , comes to society and ends at the courts, the police, the justice and the scourge of self-destruction. ”

Jorge Trindade

(Professor at the Lutheran University – Brazil, Vice-President of the Special Commission on Children and Adolescents – Brazil, President of the Brazilian Society of Legal Psychology; Vice-President of the Asociación Latinoamericana de Magistrates, Profesionales y Niñez operators, Adolescent and Family)

CRIME E VITIMAÇÃO – PÓLO UNIVERSITÁRIO – PORTO

Crime e Vitimação no Pólo Universitário da Asprela

De acordo com os resultados obtidos no estudo realizado pela equipa do OPVC da UFP,  40% dos estudantes universitários considera que Asprela não é uma zona segura, sendo o furto e o roubo os crimes mais observados. Roubo, furto, e agressão física são os crimes mais temidos. 15% da população estudantil foi vítima de crime naquela área. O estudo realizou-se em estreita colaboração com Comando Metropolitano de Polícia de Segurança Pública do Porto, e foi apresentado com a parceria da Câmara Municipal do Porto

Veja mais no Vídeo realizado e editado pelo

LABORATÓRIO DE TELEVISÃO da Universidade Fernando Pessoa

Aplicação Informática para Agentes de Segurança / OPVC-UFP

Aplicação Informática para Agentes de Segurança / OPVC-UFP

Crime and Victimization in the Universities area of Asprela

According to the results obtained in the study developed by OPVC team of UFP, 40% of students consider that Asprela is not a safe zone. Theft is the most frequent crime observed. Robbery, theft, and physical aggression are the most feared crimes. 15% of the student population was victim of crime in the Asprela area

See more in … Video developed and edited by

TV LAB / University Fernando Pessoa

%d bloggers like this: