2ª Edição do Congresso Internacional “Crime,Justiça e Sociedade”

II CONGRESSO INTERNACIONAL “CRIME, JUSTIÇA E SOCIEDADE”

http://iicongressoicrimejusticasociedade.institutocriap.com/

Auditório da Universidade Fernando Pessoa

Praça 9 de Abril, 349 4249-004 Porto

telf. +351 225071300 Fax +351 225508269

Porto, 27 e 28 de Março de 2014 – II Congresso Internacional “CRIME, JUSTIÇA E SOCIEDADE”, organizado em parceria entre a Universidade Fernando Pessoa e o Instituto CRIAP.  

1381593_574586299274046_1313511316_a

Entre os prestigiados conferencistas de diferentes países, encontram-se o Professor Pinto da Costa, que apresentará o livro “Crime, Justiça e Sociedade: desafios Emergentes e Propostas Multidisciplinares”, proferindo de seguida a conferência sobre “Crime e autópsia”; contaremos também com a presença do Professor Bull, da Universidade de Leicester, bem como do Professor Jorge Trindade da Universidade Luterana do Brasil e da Professora Madalena Alarcão que apresentará o livro “Violência, Agressão e Vitimação: Práticas para a Intervenção”. A perspetiva da comunicação social não poderia faltar, pelo que teremos o Dr. Hélder Silva, com o tema do tráfico de seres humanos.

Espera-se que deste encontro se desenhem novas modalidades de pensar estas questões, de tão grande interesse para a atual conjuntura.

Anúncios

Já se encontra à venda e tem sido dos livros mais vendidos da Almedina, a obra de duas investigadoras do OPVC / UFP

A obra serve diversos públicos de diferentes domínios, sendo essencialmente didática e abordando a intervenção com vítimas e com agressores.

Trata-se de uma panorâmica que oferece um percurso em que os diferentes colaboradores passam por quase todo o ciclo vital, apresentando textos que oscilam desde a violência testemunhada por crianças, à vivida e praticada por adultos em contexto de relações homo e heterossexuais. Não se centrando apenas na violência sofrida por uns, a obra apresenta também outras leituras, mais focadas nas práticas violentas perpetradas pelos ofensores. Livro

Apresentação Pública de Estudo do OPVC em Parceria com PSP

Apresentação Pública DLS de Gaia

O estudo foi desenvolvido pelas investigadoras Laura M. Nunes e Ana Sani, no âmbito dos trabalhos do Observatório Permanente Violência e Crime e em colaboração com o Comando Metropolitano do Porto – Polícia de Segurança Pública, tendo consistido na elaboração do Diagnóstico Local de Segurança  de Vila Nova de Gaia.

Os principais objetivos da investigação consistiram em obter um conhecimento mais profundo e, simultaneamente, mais alargado sobre as especificidades daquela comunidade, em termos de criminalidade e (in)segurança percebidas. Mais especificamente, procurou-se captar a perceção da população local, quanto aos aspetos seguintes:

  • Criminalidade presente e/ou temida;
  • Experiências de vitimação;
  • Atuação policial;
  • Envolvimento comunitário dos cidadãos;
  • Sentimentos de pertença relativamente à comunidade.

Entre os resultados, podem destacar-se os seguintes:

  • A população local refere a reabilitação dos espaços, o aumento do policiamento e a aposta na prevenção e na educação, como algumas das medidas que poderão contribuir para a sua qualidade de vida e, sobretudo, para o aumento da segurança naquela comunidade;
  • Os inquiridos apontaram o desemprego, a pobreza, o consumo de álcool e/ou drogas ilegais como alguns dos fatores que parecem favorecer a ocorrência de crimes na sua área de residência;
  • Entre os crimes mais temidos pelos participantes no estudo, destacaram-se o roubo e o assalto a residência e, entre os apontados como mais frequentemente observados, salientaram-se o furto, o tráfico de drogas e o roubo;
  • Os vários resultados obtidos permitiram a apresentação de algumas medidas práticas que poderão vir a ser adotadas, numa perspetiva preventiva.

OPVC marca presença na Universidade de Aveiro

OPVC apresenta simpósio em Aveiro

1

VIII Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia

Simpósio: Estudos sobre a segurança comunitária e problemáticas sociais

 

É indubitável que as cidades contemporâneas apresentam áreas com elevadas taxas de antissocialidade, como por exemplo o tráfico/consumo de drogas e os crimes que são fenómenos que se encontram estreitamente associados.

Um diagnóstico local de tais áreas urbanas tem resultado em inúmeras experiências que, em cenários internacionais, têm vindo a evidenciar a pertinência da cooperação “multilateral”, em termos preventivos. Trata-se de um processo conducente à edificação do tipo-ideal de comunidade , numa vertente inspirada na Sociologia de Weber e que visa desenvolver o conhecimento das comunidades, a fim de que se providenciem medidas inscritas no designado policiamento de proximidade.

O presente simpósio reúne uma série de estudos de diagnóstico em comunidades e de fenómenos sociais em contexto e em articulação com organismos de segurança nacional (PSP) e internacional (ONU) visando a determinação de propostas de intervenção social.

Comunicações apresentadas:

1. Diagnóstico do Meio Escolar e Ação Interventiva

2. Diagnóstico Local de Segurança numa Comunidade Portuguesa

3. Diagnóstico Local de Segurança numa Comunidade Guineense

4. Consumo de Drogas e Vitimação do Toxicodependente

5. Personalidade e Funcionamento do Especialista Droga-Crime

4

2

3

EM DESTAQUE…

 UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA É PALCO DO LANÇAMENTO DO LIVRO

“CRIME, JUSTIÇA E SOCIEDADE: DESAFIOS EMERGENTES E PROPOSTAS MULTIDISCIPLINARES” de Ana Sani e Laura M. Nunes

Capa Livro CJS

O lançamento foi realizado pelo Sr. Professor Pinto da Costa, durante o II Congresso Internacional “Crime, Justiça e Sociedade”

O livro apresenta uma compilação de textos de diversos autores que participaram na primeira edição do congresso anteriormente referido, que se realiza de dois em dois anos na Universidade Fernando Pessoa

ALGUNS MOMENTOS DO CONGRESSO

  II CI CJS JT  II CI CJS AS  II CI CJS SC

Crime e Vitimação – Polícia e Análise de Comunidades Urbanas

anasani&lauramnunes_crime e vitimação - polícia...

Disponível em:

edicoesUFP-91_600

bertrand

logo_wook_15

Temas de Vitimologia

anasani_temas de vitimologia

Disponível em:

almedina fnac

bertrand

logo_wook_15

Construção social da violência doméstica mediante a análise de autos de notícia e de denúncia da Polícia de Segurança Pública (PSP)

A polícia surge na linha da frente na resposta social ao crime de violência doméstica, tendo um número considerável de agentes policiais recebido formação especializada no âmbito do Modelo Integrado de Policiamento de Proximidade (MIPP). Este programa estende-se a todo o território nacional e conta atualmente com 250 Equipas de Proximidade e de Apoio à Vítima (EPAV), contabilizando 990 elementos. A presente investigação é composta por dois estudos complementares, um de caráter quantitativo e outro de caráter qualitativo. (…)

[Clique aqui para visualizar gratuitamente a tese (mestrado) completa.]

Representações da Polícia e das Vítimas no empowerment à vítima de violência doméstica

Os agentes policiais estão na linha da frente da intervenção junto das vítimas de violência doméstica. A forma de actuação, envolvendo sobretudo a capacitação da vítima para a melhoria da sua vida, cooperando na garantia da sua segurança, pode constituir um ponto fundamental na representação que estas elaboram a propósito da intervenção social da PSP e do posterior recurso a esta instituição. A nossa investigação consistiu em perceber se a actuação desta instituição vai no sentido do empowerment da vítima de violência doméstica. (…)

[Clique aqui para visualizar gratuitamente a tese (mestrado) completa.]

Crianças Vítimas de Violência

anasani_crianças vítimas de violência

Disponível em:

edicoesUFP-91_600

logo_wook_15

%d bloggers like this: